­

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Não Há Fósseis Transicionais! - Lee Strobel


Recebemos na nossa página de perguntas e respostas, a seguinte pergunta de um leitor anônimo:
Pro biologo, se não me engano, Lucas: um dia vi num programa (atheism experience) o apresentador dizendo que existem várias formas transicionais (fósseis,acredito). Isso é verdade?
Resposta: 
Cara...

Se existem fósseis transicionais de organismos, formando uma árvore evolutiva a partir de um organismo simples até chegar à complexidade de vida que vemos hoje... o que isso significa? Que Deus não existe? Que o Cristianismo é falso?

Eu não acho que é possível demonstrar a validade desses argumentos:
1- A Teoria do Descendente Comum é verdadeira.
2.1- Logo, Deus não existe.
ou
2.2- Logo, o Cristianismo é falso.
A conclusão 2.1 ou 2.2 não se segue à premissa 1. Então, eu simplesmente não esquento com esse lance de fósseis, assim como o William Lane Craig.

Tendo dito isso, EU nunca vi nenhum motivo para duvidar da existência desses fósseis transicionais! Mas eu não sou um biólogo evolucionista! O máximo que eu conheço sobre evolução é o que se pode saber cursando um semestre de Evolução e de Paleontologia e lendo alguns livros populares. Eu trabalho com fisiologia de microalgas e não com biologia evolucionária! E quando a gente não é especialista na área, devemos seguir a corrente principal da ciência que, nesse caso, afirma a Teoria do Descendente Comum [que, está claro para mim, não me leva a nenhuma conclusão ateísta].

PORÉM, os defensores do Design Inteligente sustentam uma posição diferente:
[acho que vamos publicar o documentário inteiro mas, por enquanto, é só isso]...

Falou!
Legenda: Equipe Deus Em Debate

2 comentários

João Batista disse...

É claro que a existência da evolução segundo descreveu Darwin não nega a existência de um Deus, mas nega que este Deus é o Deus descrito na Bíblia.

Respeito muito a opinião demonstrada pelo nosso amigo biólogo acima, apesar de achar curioso ele não se interessar, como Cristão, em saber mais sobre a evolução principalmente para esclarecer melhor para outros cristãos a respeito da mesma.

Fico triste com os criacionistas que acusam o darwinistas de manipularem dados enquanto os mesmos fazem isto também. Acredito que a ciência deve ficar com os cientistas, pois os mesmos mudam de opinião assim que se chega novas evidências.

Indepente do que eles (os cientistas) digam eu continuarei acreditando que Deus é meu criador, e que é poderoso para fazer o universo em um piscar de olhos.

Que a graça de Cristo esteja com todos nós.

Música, Ciência e Teologia disse...

O grande problema da evolução não é negar a existência de Deus, mas tirá-lo da posição de Criador dos seres vivos. Uma vez que Darwin propôs a existência da biodiversidade por processos naturais, o sobrenatural fica obsoleto.

Não há mais necessidade de Deus como Criador, já que tudo - ou quase tudo - pode ser explicado através de experimentação científica.

Se são fósseis transicionais, são assim chamados porque eles se parecem com dois ou mais grupos de seres vivos ao mesmo tempo. O fato é que se daqui há vários anos surgir uma nova espécie de humano, diferente de nós, nós é que seremos formas transicionais.

Até mais, marcos.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...